Este trabalhar constitui uma revisão de dados epidemiológicos sobre naquela relação entrada o consumo de vitaminas e evitar de câncer. estudos observacionais evidenciam uma combinação inversa consistente entre a ingestão de frutas e hortaliças e ameaça de câncer, e um efeito protetor das vitaminas C, E e dos carotenóides anti certos modelo de câncer. Resultado de estudando de intervenção, na prevenção primária de câncer, eles são contraditórios, sendo que em dois tal estudos emprego beta-caroteno, suplementado em doses considerado farmacológicas, isolado alternativa associado à vitamina E ou à vitamina A, mostrou-se deletério ao tabagistas. Aos contrário, naquela ingestão de doses adicionando fisiológicas de antioxidantes parece ser adicionando eficaz, sendo que a enredo sinérgica como substâncias na quimioprevenção de câncer já obtivermos demonstrada tanto em modelo in vivaz de carcinogênese quantos em estudo epidemiológico de intervenção. Como estratégia de evitar de câncer preconiza-se o consumo de dietas próspero em frutas e hortaliças, o que aportem abrangendo 150 mg de vitamina C, 30 medicamento de vitamina E e 4 mg de carotenóides. A ingestão de quantidades adicionar elevadas, na forma de suplementos, não está recomendada.

epidemiologia nutricional; quimioprevenção; vitaminas; neoplasias; antioxidantes




Você está assistindo: Função da vitamina e no organismo

This work-related is der review of epidemiologic encontro about a relationship between vitamin intake and cancer prevention. Observational studies have strongly suggested an inverse combinação between fruit e vegetable intake e cancer risk, e a protector effect of C e E vitamins and carotenoids against some kinds of cancer. In treatment trials beta-carotene foi ~ found to it is in deleterious come smokers, once supplemented in pharmacological bondade isolated or associated com vitamin E or vitamin A. On the other hand, the consumption of antioxidants in physiological amounts may it is in effective versus cancer, e this synergic action era observed in both in vivas model the carcinogenesis and epidemiologic treatment trial. It has actually been commended der generous daily consumption of fruits and vegetables, com amounts the C and E vitamins and carotenoids practically to 150, 30, e 4 mg, respectively, and the vitamin supplements ser estar not recommended together chemopreventive agents against cancer

nutritional epidemiology; chemoprevention; vitamins; neoplasms; antioxidants


REVISÃO

SUPLEMENTAÇÃO DE VITAMINAS NA PREVENÇÃO DE CÂNCER

VITAMIN SUPPLEMENTATION IN CANCER CHEMOPREVENTION


Cyntia cor de rosa de Melo SILVA1 (1 ) faculdade de Nutrição, Universidade comunidade de Goiás. Rua 227, s/n, quadra 68, área Universitário, 74605-080, Goiânia, GO, Brasil. Fone (0xx62) 202-2553/209-6175, Fax (0xx62) 202-1748. Mesmo para/ post to: M.M.V. NAVES.

Maria Margareth Veloso NAVES1 (1 ) universidade de Nutrição, Universidade commonwealth de Goiás. Açúcar 227, s/n, bloquear 68, setor Universitário, 74605-080, Goiânia, GO, Brasil. Fone (0xx62) 202-2553/209-6175, Fax (0xx62) 202-1748. Correspondência para/ post to: M.M.V. NAVES.


RESUMO

Este trabalho constitui uma revisão de dados epidemiológicos sobre der relação adentraram o consumo de vitaminas e prevenção de câncer. Estude observacionais evidenciam uma combinação inversa consistente entrada a ingestão de frutas e hortaliças e ameaça de câncer, e um efeito protetor ns vitaminas C, E e são de carotenóides anti certos tipos de câncer. Resultados de estudando de intervenção, na prevenção primária de câncer, eles são contraditórios, sendo o que em dois tal aprender ministérios b-caroteno, suplementado em doses é considerado farmacológicas, isolado alternativa associado à vitamina E alternativa à vitamina A, mostrou-se deletério ao tabagistas. Aos contrário, a ingestão de doses adicionar fisiológicas de antioxidantes parece ser adicionando eficaz, sendo o que a trabalhar sinérgica como substâncias na quimioprevenção de câncer já obtivermos demonstrada muitos em modelo in vivo de carcinogênese quanto em estude epidemiológico de intervenção. Gostar de estratégia de evitar de câncer preconiza-se o consumo de dietas próspero em frutas e hortaliças, eu imploro seu perdão aportem prazo 150 mg de vitamina C, 30 mg de vitamina E e 4 mg de carotenóides. A ingestão de quantidades adicionar elevadas, na forma de suplementos, não está recomendada.

Termos de indexação: dinâmica nutricional, quimioprevenção, vitaminas, neoplasias, antioxidantes.

ABSTRACT

This work-related is naquela review that epidemiologic dia about the relationship between vitamin intake and cancer prevention. Observational studies have strongly suggested an inverse combinação between fruit e vegetable intake e cancer risk, and a protector impact of C and E vitamins and carotenoids against some kinds of cancer. In treatment trials b-carotene era found to it is in deleterious to smokers, once supplemented in pharmacological doses isolated or associated com vitamin E or vitamin A. On the other hand, a consumption of antioxidants in physiological amounts may be effective against cancer, e this synergic action era observed in both in vivo model that carcinogenesis and epidemiologic treatment trial. It has actually been commended der generous daily consumption of fruits and vegetables, com amounts that C e E vitamins e carotenoids practically to 150, 30, e 4 mg, respectively, and the vitamin supplements estão not recommended together chemopreventive revendedor autorizado against cancer

Index terms: nutritional epidemiology, chemoprevention, vitamins, neoplasms, antioxidants.


INTRODUÇÃO

As vitaminas são compostos orgânicos eu imploro seu perdão variam largamente quanto à inventar química e atividade biológica, pode ser funcionar tanto gostar de co-fatores de enzimas em diferente reações bioquímicas, quanto gostar de antioxidantes/oxidantes, modulando o balanço oxidativo, e até ~ mesmo como hormônios, regulando a expressão gênica (Olson,1994). Ser assim, discute-se presente a eficaz da ingestão de quantidades alto de vitaminas para atender demandas além das suas funções nutricionais, enquanto sentido de evitar de doença crônicas tais como as doença cardiovasculares e o câncer (Olson,1994, Hathcock,1997).

Há abrangendo duas décadas se tenho investigado naquela relação entrou o consumo de vitaminas e de carotenóides (independente de sua trabalhar pró-vitamínica A) e der gênese dá câncer, em efeito de resultado promissores de estudando epidemiológicos observacionais (Byers & Perry,1992; válvula Poppel & válvula den Berg,1997). Os estudar nesta áreas são dificultados pelo fato do câncer ser 1 síndrome que envolve várias etapas, generais alinhadas em três estágios definidos como iniciação, promoção e progressão (Pitot & Dragan,1996). Além disso disso, ministérios processo de carcinogênese relacionado a múltiplos elementos determinantes, ser complicada a desistir de se isolante um único nutriente gostar fator causal (Doll,1996).

aprender epidemiológicos observacionais evidenciam uma associação inversa consistente entre o consumo de frutas e hortaliças alternativamente níveis séricos de b-caroteno e risco de câncer de pulmão (Ziegler et al.,1996b). Os efeito protetores foi observado têm fixo atribuídos, em compridas parte, aos conteúdo de vitaminas é antioxidantes e de carotenóides desses comida (Ziegler et al.,1992; Tavani & La Vecchia,1995; Ziegler et al.,1996a).

Por é diferente lado, os resultado disponíveis de quatro estudando epidemiológicos de interferir objetivando a prevenção primária de câncer e envolvendo der suplementação abranger doses elevadas de vitaminas eles são contraditórios (Burri,1997; furgão Poppel & válvula den Berg,1997; Naves,1998). Em dois tal estudos, a suplementação com b-caroteno (isolado alternativamente associado à vitamina E) (Alpha-Tocopherol...,1994) ou alcançar b-caroteno adicionando vitamina a (Omenn et al.,1996), adquirindo prejudicial para pessoal submetidos a altamente risco para câncer de pulmão. Assim, até o momento não se ele pode fazer recomendar o consumo destas materiais de construção na formato de suplementos nutricionais, gostar uma estratégias de prevenção contrário o câncer.

Diante do exposto, objetiva-se revisar os achados dos principais estudando epidemiológicos de intervenção com suplementos de vitaminas A, c e E e carotenóides na prevenção primária de câncer, consiste em uma meager revisão para as evidências epidemiológicas o que serviram de suporte ao estudos de intervenção, boa como together recomendações adicionando recentes de ingestão desses nutrientes.

Vitaminas A, C, E e carotenóides

As vitaminas acrescido investigadas como substâncias quimiopreventivas elas as vitaminas der incluindo os carotenóides e as vitaminas essec e E. Sabe-se que, através um lado, as vitaminas este c e E e os carotenóides funcionam como antioxidantes em sistemas biológicos (Rock et al.,1996; Stahl & Sies,1997), e através outro, emprego processo carcinogênico denominações caracterizado através um bateau oxidativo crônico, especiais na etapa de doutor (Cerutti,1994). Além disso, a fase de iniciação isto é associada alcançar dano irreversível no essa genético da célula, frequentemente devido ao ataque de radicais grátis (Anderson,1996). Por essa modo, os nutriente antioxidantes poderiam cair o ameaça de câncer inibindo danos oxidativos enquanto DNA (Cerutti,1994; Cozzi et al.,1997; Pool-Zobel et al.,1997), presente portanto respeitável como revendedor autorizado potencialmente quimiopreventivos (Bonne et al.,1990).

As formas químicas e fontes alimentando das vitaminas A, E e C ser estar apresentadas no retirou 1, e na mesa 1 encontram-se as fontes alimentando de nutrientes antioxidantes com suas cada quantidades. Der vitamina a (retinol) no lugar à família de substâncias denominações retinóides, na que se isso consiste de o retinol e sua metabólitos natural (retinal e ácido retinóico), nós vamos como um grande número de análogos sintéticos (Sporn & Roberts,1985). A atividade quimiopreventiva no retinóides observada muito em paradigma experimentais de carcinogênese quanto em papel tipos de cânceres em humanos, tem sido atribuído à movimento do ácido retinóico sobre a expressão de gene envolvidos com a diferenciação e proliferação celular (Lotan,1996).


*



Ver mais: Watch Fox Sports Online Ao Vivo Gratis, Fox Sports Knoxville On Twitter

Os carotenóides, pela sua vez, estrutura uma casa de mais de 600 membros já identificados na natureza, sendo que período 50 apresentam atividade pró-vitamínica A, alternativamente seja, você pode funcionar como precursores de vitamina a em mamíferos (Olson,1989). Destes, ministérios b-caroteno denominada o mais abundante na criatura e é achar em legumes e frutas de cor verde-escuro e amarelo-alaranjado (Mangels et al.,1993; Godoy & Rodriguez-Amaya,1994; absent et al.,1996). Algum das maiores a fonte de carotenóides são: cenouras e abóboras (a- e b-caroteno); tomates e itens derivados gostar extrato, polpa e molhos (licopeno); goiaba vermelho (licopeno) e espinafre (luteína) (Tabela 1). O efeito protetor são de carotenóides, em especial dá b-caroteno, proposta em diferente modelos experimentais in vitro e in vivo, tem fixo atribuído adicionar à uma ação do privado pigmento a partir de que são de retinóides produzidos der partir a partir de seu metabolismo endógena (Rock et al.,1996; Naves & Moreno,1998; Naves & Moreno, 2000).

O termos vitamina C excluir uma denominação genérica para tudo os composto que presente atividade biológico do acidez ascórbico. Dentre eles, o ácido ascórbico é o mais largamente estabelecer nos alimentos e possui maior poder antioxidante (Rock et al.,1996; Stahl & Sies,1997). Os possíveis efeitos anticarcinogênicos da vitamina C are relacionados com sua habilidade em detoxicar substâncias carcinogênicas e sua atividade antioxidante (Stahl & Sies,1997). Além disso, tem-se constatado que der vitamina essec pode inibir der formação de nitrosaminas in vivo ns nitratos e nitritos usados gostar de conservantes, sendo daí adicionada naquela muitos produtos alimentares industrializados para prevenir naquela formação desses compostos reconhecidamente carcinogênicos (Kuhn et al.,1991; Bianchi & Antunes, 1999). As maiores fontes alimentando são as frutas, especialmente a acerola, o caju e der goiaba, e vegetais como brócolis, couve e couve-flor (Tabela 1).

A vitamina E excluir uma matéria lipossolúvel e exisstente na natureza gostar de tocoferóis e tocotrienóis, em 4 formas diferentes (a, b, g e d), sendo ministérios a-tocoferol a forma antioxidante acrescido ativa e longe distribuída nós tecidos e no plasma (Niki,1996). Der vitamina E inventar o antioxidante lipossolúvel adicionar efetivo achar na natureza, e importante fator de proteção contra der peroxidação lipídica dentro membranas celular e na ciclo sangüínea (Rock et al.,1996; Stahl & Sies, 1997). Os óleos vegetal e together margarinas, além de amêndoas, amendoim e gérmen de trigo, constituem comida ricos em vitamina E (Quadro one e escritório 1).

Devido às características químicas a partir de vitaminas c e E e dos carotenóides, substâncias alto reativas e inconsistência oxidadas, podem agir como ajudando do sistemas de defender antioxidante dá organismo humano, quando presente em quantidades fisiológicas e debaixo determinadas condições intracelulares, como através exemplo, à pressões parciais fisiológico de oxigênio(Burton & Ingold,1984; rock et al.,1996). ~ por contrário, em altas concentrações e à pressões parciais de oxigênio elevadas podem funcionar como agentes oxidantes, contribuindo para naquela formação de radicais gratuitamente (Herbert,1996; Palozza,1998; Podmore et al., 1998). Assim, ministérios termo "antioxidante" ele deve ser utilizado alcançar cautela, sendo proposto por Olson (1996) emprego termo "moduladores fisiológicos", através dos ser adicionar abrangente e incluir, inclusive, os efeito adversos eventualmente resultantes do uso abusivo então substâncias.

Evidências epidemiológicas

Relatos de estudos epidemiológicos observa-cionais tenho evidenciado que der ingestão de micronutrientes, tais gostar de vitaminas e minerais, ele pode prevenir papel tipos de câncer. Entre os micronutrientes tem-se focalizado o uso da vitamina naquela e dos excluir antioxidantes, alternativa seja, os carotenóides, as vitaminas c e E, e em algum casos, ministérios selênio e emprego zinco (Byers & Perry,1992; Blumberg,1995; Flagg et al.,1995; Patterson et al.,1997), em aprender tipo caso-controle (retrospectivo) e coorte (prospectivo).

Diversos trabalhos de revisão têm tentado estabelecer, naquela partir da analisado de dados disponíveis na literatura, uma associação adentraram a ingestão e/ou nível séricos de nutrientes específico e o risco de câncer (Knekt,1993; Flagg et al.,1995; Ziegler et al.,1996b). Contudo, segue mencionado anteriormente, denominada difícil determinar até que apontar o consumo de um solteiro nutriente pode interferir na quimioprevenção do câncer (Doll,1996). O é feito observado isso pode ser resultante da enredo ou interação de outros componente dos alimentos de a fonte vegetal, tais gostar de os ligação polifenólicos e der fibra da dietética (Caragay,1992; Ziegler et al.,1996a), e particularmente der vitamina este c e ministérios b-caroteno podem ser somente marcadores de de outros compostos positivo biologicamente presente na dietética (Rock et al.,1996; Ziegler et al.,1996b).

A associação inversa adicionando consistente que pode ser evidenciada dos pesquisar epidemiológicos, refere-se naquela um maior consumo de frutas e hortaliças, em especiais as de cor verde-escuro e amarelo-alaranjado, alternativamente níveis séricos elevados de b-caroteno, e baixo taxas de câncer de pulmão (Ziegler et al.,1992; Doll,1996; Ziegler et al.,1996b). Existem ainda relatos da sobrevivência de uma conexão inversa entrou a ingestão e/ou gradual séricos de vitamina C, vitamina E ou carotenóides, e ocultar contra certos tipos de câncer (Block,1991; Knekt,1993; Flagg et al.,1995; Eichholzer et al.,1996; Ziegler et al.,1996a; Patterson et al.,1997).

De formato geral, os resultado epidemiológicos motivaram agência e pesquisadores naquela conduzir estude clínico-epidemiológicos de intervenção, envolvendo naquela suplementação farmacológica alcançar nutrientes denomi-nados antioxidantes. Considerando-se que estude epidemiológicos observacionais algum podem destino se o é feito observado denominada devido especificamente naquela um nutriente ou agrupadas de nutrientes, os estudando de intervenção são necessários durante sentido de clarificadora as relação causais sugeridas, como a relação entrou b-caroteno e câncer de pulmão (Freudenheim,1993; Blumberg,1995; Ziegler et al.,1996b).

estudos epidemiológicos de perturbar - evitar primária

Os estudando de quimioprevenção elas conduzidos em fases I, II e III, através dos grandes instituições através dos de cooperação nacional e até ~ mesmo internacional. Na fase I, estuda-se naquela toxicidade do agence em um pequeno agrupados de indivíduos, identificando-se der dose divisa que dotar o mínimo de risco. A fase II corresponde a a um pesquisar piloto com prazo 100 a 1000 indivíduos, para definir operacional do projeto. Os estudos da fase III relevante milhares de pessoal adultos alcançar aparência saudável, escolhidos aleatoriamente e em geral de população de máximo risco (acima de 40 anos), dividir em grupos tratamento e placebo. Aqueles estudos eles são onerosos e complexos, pois encerram muitos estou vivendo de intervenção, por sim como alvo a incidente de câncer e/ou taxa de mortalidade (Freudenheim,1993; Alberts & Garcia,1995).

Na tea de oitenta foi ~ iniciados estude de suplementação farmacológica alcançar micronutrientes, coordenada pelo institut Nacional do câncer (NCI) dos EUA, e baseados em resultados promissores de estudos epidemiológicos e de investigações em modelos animal (Mathews-Roth,1985; Bonne et al.,1990).

Atualmente, quatro aprender epidemiológicos de intervenção estágio III já foram concluídos, e um estudo isso é em andamento. Entre os estude disponíveis, um apresentou resultado positivo, e outro, resultado nulo, sendo que nos dois restantes, constatou-se resultados negativos (Tabela 2).


No estudo realizado em Linxian (China ) (Blot et al.,1993), naquela suplementação conjunta de vitamina E, b-caroteno e selênio foi benéfica para indivíduos de populações abranger baixo consumo de micronutrientes e abranger concentrações plasmáticas reduzidas de carotenóides. Assim, observou-se uma paliação de 21% na mortalidade através dos câncer de estômago e de 9% na humanidade total.

No estudo Physicians" Health aprender (PHS) (Hennekens et al.,1996), alcançar 22 071 médicos que foram acompanhados pela 12 anos, que houve diferença significativa adentraram o agrupado que acabou suplementação de b-caroteno (50 mg em dia alternados) e o agrupados placebo, em relação à incidência de câncer alternativa mortalidade através dos todas as causas.

No estudo Alpha-Tocopherol, Beta-Carotene Cancer Prevention estude (ATBC), os tabagistas filandeses o que receberam b-caroteno (20 mg/dia) e b-caroteno mais vitamina E (50 mg/dia) algum responderam positivamente à suplementação; ao contrário, constatou-se nesses individual um conseguir um aumento de 18% na projeção de câncer de pulmão e de 8% na mortalidade rude (Alpha-Tocopherol..., 1994; albanes et al.,1995). Entretanto, observou-se em todos os grupos, o que o consumo e os níveis séricos de b-caroteno e de a-tocoferol ao início são de estudo foi ~ inversamente associados alcançar o risco de câncer de pulmão no decorrer a partir de estudo (Alpha-Tocopherol..., 1994), e no agrupadas placebo, o que a concentração de b-caroteno no plasma adquirindo inversamente proporcional à projeção de câncer de pulmão (Albanes et al.,1995), resultado consistentes alcançar aqueles dos estudos observacionais (Knekt,1993; Ziegler et al.,1996a; Ziegler et al.,1996b). O agrupadas suplementado com a-tocoferol (50 mg/dia) não apresentou nenhuma diferença na incidente de câncer de pulmão em relação ao grupo controle.

O aprender Beta-Carotene Retinol Efficacy attempt (CARET), através sua vez, investigado o é feito da suplementação conjunta de b-caroteno (30 mg/dia) e vitamina naquela (25 000 U) em uma população de máximo risco para câncer de pulmão (fumantes e trabalhadores expostos aos asbesto), pela um abrangendo de prazo 5 anos (Omenn et al.,1996). Naquela estudo obtivermos interrompido 21 meses antes do término, uma rotação que adquirindo constatado, no agrupado suplementado, um aumento na incidente de morte por qualquer causa, incluindo câncer de pulmão (Tabela 2).

De uma forma geral, estes resultados inesperados levaram naquela comunidade científico a reconsiderar a relação entre antioxidantes e câncer, à brilho da afetar de fatores tais gostar dose suplementada, fator de risco, idade no indivíduos, etc.

Neste contexto obtivermos proposto o aprender Suplementação alcançar Vitaminas e minerais Antioxidantes (SUVIMAX) começar em 1994, na frança (Hercberg et al.,1998). Trata-se de um aprender epidemiológico prospectivo, de intervenção, eu imploro seu perdão tem gostar objetivo juiz os efeito do consumo concomitante de vitaminas e água com gás antioxidantes, suplementados em doses mais fisiológicas (próximas às recomendações nutricionais) sobre naquela mortalidade através dos câncer, por um abrangendo de 8 anos. Der população do referido aprender constitui-se de indivíduos não submetidos der fatores de risco e adicionando jovens que naquela dos estudar mencionados antes de (Tabela 2). O grande envolvimento no participantes, boa como alguns achados preliminares indicam que esse estudo pode contribuem efetivamente ao um maior compreendo sobre a relação entrou nutrientes antioxidantes e o câncer (Preziosi et al.,1998).

DISCUSSÃO

Várias hipóteses têm sido levantadas na tentativas de explicar os efeitos negativos da suplementação abranger b-caroteno (isolado ou associado à vitamina E), enquanto estudo ATBC, bem como são de carotenóide gerir em conjunto com a vitamina A, no estudo CARET, na evitar primária de câncer.

Discute-se o que os indivíduos, aos início no estudos ATBC e CARET, estavam alcançar idade "avançada"" e apresenta história de doar prolongada à fumaça do tabaco alternativa ao asbesto, existe uma possibilidade se descoberta em passo adiantada dá processo de promoção da carcinogênese (De Luca & Ross,1996; Burri,1997). Por essa modo, ministérios b-caroteno poderia ser sendo administrado tardiamente no processo, uma rotação que o carotenóide parece ser efetivo quando suplementado antes alternativa durante os passo iniciais da carcinogênese (Moreno et al.,1991; Rizzi et al.,1997). Além disso, quando administrado em excesso ou em quantidades bem acima daquelas coloquiais ingeridas pelas populações saudáveis, aqueles substância pode agir como pró-oxidante, ocasionando efeitos tóxicos, consiste em potencializando o bateau oxidativo crônico demonstrado nos pulmões de tabagistas inveterados (Naves & Moreno,1998; Palozza,1998). Vale acrescentar eu imploro seu perdão as doses administradas do carotenóide (Tabela 2) representavam durante mínimo dez tempo o consumo habitual a partir de indivíduos estudados.

Contudo, relatório de estudos epidemiológicos observacionais e de estudar em modelos animal indicam que emprego b-caroteno pode exercer efeito protetor contrário o câncer, em populações saudáveis, e em combinação alcançar substâncias antioxidantes, se ingerido em quantidades mais fisiológicas, conforme encontrado em uma dietética rica em frutas e hortaliças (Block & Langseth,1994; Naves,1998). A associação entre sabor azedo ascórbico, a-tocoferol e b-caroteno torna-se mais efetiva, visto que esses nutrientes podem mútuo no ambiente celular e potencializar a defende antioxidante (Niki et al.,1995) resultando, através dos exemplo, em abrigo contra dame oxidativo no decorrer DNA (Anderson,1996; Cozzi et al.,1997; Pool-Zobel et al.,1997). A ação sinérgica esses substâncias antioxidantes na quimioprevenção de câncer já obtivermos demonstrada em modelo in vivo de carcinogênese (Shklar et al.,1993).

Sendo assim, os antioxidantes parecem atuar como materiais de construção quimiopreventivas enquanto consumidos em conjunto e em doses adicionando fisiológicas, hipótese naquela ser confirmada pela do aprender SUVIMAX (Tabela 2).

Vale acrescentar que os antioxidantes elas primariamente, moduladores fisiológicos, de acordo com proposto pela Olson (1996) e, portanto, podem efeito outros processos no decorrer organismo além do balanço oxidativo. Assim, a atividade antioxidante como compostos algum explica tudo de os efeitos biológico observados, especialmente para carotenóides, o que parecem lei de forma intrínseca, por exemplo, nas comunicações intercelulares pela junções comunicantes, por da regulação da expressão do gene da conexina 43, 1 proteína estrutural tal junções (Naves & Moreno, 2000).

RECOMENDAÇÕES

Os resultado dos estudar epidemiológicos de intervenção não indicam que ministérios uso de suplementos de micronutrientes pode caía as taxas de incidente de câncer. Por outro lado, organização de diferente países têm postagem guias alimentando que estabelecem algumas recomendações básicas, dentre elas a aceitação de uma dietética rica em frutas e hortaliças (Bruce,1987; Willett,1994; Hunt,1996). Recomenda-se, adicionando especificamente, o consumo de 5 ou acrescido porções diárias desses comida (Havas et al.,1994), existência que der Organización no mundo todo de La Salud sugestão um consumo diário mínimo de 400 g de frutas e hortaliças, gostar de uma estratégias de prevenção de doenças crônicas, especiais o câncer. Vale lembrar que naquela prática dessas recomendações resultado em uma dieta acrescido equilibrada e saudável, gerando sobretudo aumentar no aporte de vitamina C, carotenóides e de fibras alimentares, boa como redução no consumo de estar engajado em e gordura (Organización Mundial...,1990; Cox et al.,1998).

A suplementação de vitaminas e minerais, através dos sua vez, está preconizada somente no circunstâncias de aporte insuficiente na alimentação, não excedendo às quantidade recomendadas pelo recomendo Nacional de Pesquisa a partir de EUA - Recommended dietary Allowances (RDA) - (Silva & Naves, 1998) e em correto situações fisiológico e em situação clínicas específico (Hunt,1996; Zeisel, 2000). Entretanto, naquela ingestão de quantidade um pouco acima de daquelas recomendadas, pela do consumo de uma alimentando variada, rico em frutas e hortaliças, parece ser em vez segura e forte (Organización Mundial...,1990; Willett,1994; Hathcock,1997).

No caso da vitamina C, dados disponíveis indicam que naquela ingestão de 80 naquela 120 mg/dia pode caía o ameaça de doenças crônicas não-infecciosas, consiste em o câncer, e que fumantes necessitam de um aporte adicionando elevado, de até 140 mg/dia (Weber et al.,1996). Blumberg (1995) sugerir o consumo de prazo 150 mg, ou seja, 2 ½ vezes der dose todos os dias recomendada para pessoal adultos de acordo abranger a RDA (Silva & Naves,1998), para se com concentrações plasmáticas de vitamina essec associadas alcançar um menor ameaça de doenças crônicas. Ao contrário, o consumo de vitamina essec em doses mais elevadas isso pode ser deletério para o organismo, de acordo com observado através do conseguir um aumento de prejuízo potencialmente mutagênicas em indivíduos saudáveis suplementados com 500 mg/dia durante 6 mês (Podmore et al., 1998).

A ingestão de vitamina E, na cardeais de 30 mg/dia, estabelecida no decorrer estudo SUVIMAX (Tabela 2) e que correspondente a período 3 tempo a cardeais recomendada (Silva & Naves, 1998) parece ~ ~ segura e efetiva na ocultar contra doenças crônicas (Blumberg,1995; Hercberg et al., 1998).

Em relação ao carotenóides, os relatório de estudos epidemiológicos observacionais sugerir que naquela ingestão de abrangendo 4 mg/dia de carotenóides, quantidade demonstrado em uma batten rica em frutas e hortaliças, ele pode fazer proteger contrário o câncer sem apresentar riscos à saúde (Ziegler et al.,1996a; Naves,1998). Recomenda-se mas que a ingestão de b-caroteno (e demais carotenóides) não exceda a 10 mg/dia, especialmente no caso de fumantes (Burri, 1997).

CONCLUSÃO

Os achados de estude epidemiológicos indicar que a ingestão de quantidades fisiológico de antioxidantes, tais gostar de as vitaminas este c e E e os carotenóides, pode retardar ou prevenir o aparência de câncer. Assim, o consumo de uma dieta rica em frutas e hortaliças, conter quantidades como substâncias próximas às recomendadas nutricionalmente, contribui alcançar a defesa antioxidante a partir de organismo, inibindo danos oxidativos em macromoléculas.

O aporte de quantidades acrescido elevadas, na formato de suplementos, não está indicado, posso inclusive ser deletério para emprego organismo, segue constatado nos estudando de suplementação de b-caroteno para fumantes. Elas necessárias adicionando informações científicas para comprovar os eventuais benefícios da suplementação alcançar nutrientes antioxidantes. O estude SUVIMAX, em evolução na França, poderá contribuir significativamente para o esclarecer desta questão.