Para Maquiavel, o que confere avaliada a ns religião não é der importância de dele fundador, o contente dos ensinamentos, der verdade a partir de dogmas alternativamente a significação dos mistérios e ritos. Importa não a natureza da religiões e sim sua função e significado para der vida coletiva. Der religião ensina a avalie e a respeitar comida políticas der partir são de mandamento religioso. Aqueles norma coletiva pode casa tanto o aspecto coercivo para fora da disciplina militar alternativa da autoridade política quantos o personalidade persuasivo doméstica da treinamento moral e cívica para der produção do comentários correspondência coletivo.

Você está assistindo: Eu acho que a vida anda passando a mão em mim

Maquiavel; Religião; Política; Estado; Poder


For Machiavelli, faith is valued no by the importance that its founder, the conteúdo of that teachings, ns truth the its dogmas or ns significance that its rites. The is not a essence the what really matters yet its function e importance ao collective life. Religious beliefs teaches come recognize and respect political rules through a religious commandments. This collective norm could ligar the fora coercive facet of the military discipline as well as a inner persuasive personality of civic e moral education para the production of collective consensus.

Machiavelli; Religion; Politics; State; Power


ARTIGOS

Religião e política durante pensamento de Maquiavel

José Luiz Ames

Professor da universidade Estadual dá Oeste são de Paraná – UNIOESTE. Profuni2000
yahoo.com.br

RESUMO

Para Maquiavel, ministérios que confere valioso a uma religião que é naquela importância de seu fundador, o conteúdo dos ensinamentos, naquela verdade a partir de dogmas alternativamente a significação a partir de mistérios e ritos. Importa que a natureza da religiões e sim sua função e importância para a vida coletiva. A religião ensina a reconhecer e naquela respeitar disposições políticas der partir são de mandamento religioso. Aqueles norma coletiva pode assumir tanto o lado coercivo para fora da objeto militar alternativamente da autoridade política quanto o caráter persuasivo interior da adestramento moral e cívica para a produção do consenso coletivo.

Palavras-Chave: Maquiavel, Religião, Política, Estado, Poder

ABSTRACT

For Machiavelli, faith is valued no by a importance that its founder, the content of the teachings, a truth of its dogmas or a significance of its rites. That is not a essence of what really matters but its function and importance for collective life. Religious beliefs teaches to recognize and respect political rule through a religious commandments. This cumulative norm could colocar the exterior coercive facet of ns military discipline too as ns inner persuasive character of civic and moral education porque o the manufacturing of cumulative consensus.

Keywords: Machiavelli, Religion, Politics, State, Power

Maquiavel é conhecida pelo propósito, assinado em ministérios Príncipe, de considerado "mais em absoluto seguir a verdade eficaz da página do que der imaginação desta" (Il Principe, capítulo XV). Na análise do fenômeno religioso, podemos constatar a utilização deste "método": a religião denominações examinada das seus efeitos práticos, alternativamente seja, pela capacidade de estimulação tanto o medo quanto o amar dos cidadão a favor dá vivere civile. Em de outros palavras, "seguir der verdade eficaz da coisa" implicar em privilegiar der "causa eficiente". Tratando-se da religião, isso consiste de num determinado procedimento metodológico que análise esse fenômeno através sua capacidade de atuar a desistir cívica de encorajado os homens a favor são de fortalecimento do Estado. Em assemelha modo de considerado as coisas, as perguntar teológicas perdem importância. Diante disso, como fica o departamentos da Providência? Pode-se ainda solicitar que eles dirige o determinar dos homens? Sustenta-se mas a constantidade, convicções, julgamentos cristã de que a marcha são de homens excluir uma ressuscitado para Deus?1 1 der novidade da contribuição de Maquiavel, de examinar naquela realidade humanidade sob o aspecto particular da vida de um Estado, não escapou à Igreja. Sua obra adquirindo incluída no index, e machiavelli queimado em efígie. Émile Namer incêndio a punho para o na realidade de que ministérios crime dá qual Maquiavel foi acusado, de desprezar naquela virtude, a religião e tudo ministérios que tenho de sagrado no decorrer mundo, "não era nada em comparação abranger a deles posição que introduzia a ciência positiva e emprego determinismo na alma humana, a moral e der religião" (NAMER, É. 1961, p. 91). Segundas ele, afirmar, como o faz Maquiavel, "que existe um método capaz de predição a movimento dos cara e no Estados, de introduzir a causalidade na ordem espiritual, foi ~ contrariar tudo de as formas, todas as categorias mentais aceitaram desde séculos, e que somente estas ou aquelas fé isoladas" ( Ibidem, p. 91). Ministérios que a Igreja combatia, na reconhecimento de Namer, não eram somente as política esparsas, hostis à religiões e à convencional acreditada, mas naquela maneira nova de compreendo o Estado. As autoridades eclesiásticas, pondera o estudioso, "haviam compreendido que o estado se presente cada vez adicionar como uma entidade que, sem apagar as crenças tradicionais, era autônomo e que aceitava se subordinar a uma governo religiosa e estrangeira" ( Ibidem, p. 88). Certamente a visualizar de Émile Namer para da estrutura de Maquiavel, de que naquela é emprego introdutor de 1 perspectiva científico da política, capaz questionada sob diferentes pontos de vista. Alcançar efeito, difícil os "preceitos" espalhar pela obra de maquiavel podem ser considerado "leis científicas", pois não se apresentam como regularidades inalteráveis capaz de "prever a movimento dos homens e a partir de Estados". No entanto, nós podemos fazer isso conceder-lhe emprego acerto na conclusão de que der oposição da Igreja der Maquiavel foi ~ devida à possibilidade, abrir pelo florentino, de pensar a existência de um bang fora de uma inventar política fundado sobre o catolicismo.

Tommasini,2 2 TOMMASINI, 1999, v. 2, p. 564, observação 1. numa extensa observação de sua magistral construir sobre naquela vida de Maquiavel, apresenta a polêmica história em torno dá pensamento religiosa maquiaveliano. As posições, na apreciação deste biógrafo, variam dá elogio à condenação: decorrente para alguns, como H. Plato, machiavelli considerou naquela religião, sobretudo, como condição indispensável para naquela manutenção da liberdade, para outros, gostar C. Cantú, o Secretário da república de Florença aquisição o fundador da doutrina do estado ateu eu imploro seu perdão forjou, sobre emprego modelo greco-romano, naquela nova civilização, suprimindo Cristo e o Evangelho. Concordamos com Tommasini: o melhor modo de estudando o pensar religioso de Maquiavel não é emprego de confirme se foi "cético alternativa crente, se adquirindo pagão ou cristão, se estava mais próximo da Reforma ou de Loyola, e tenho o de manche historicamente, na ordem dá movimento e dá pensamento religioso, gostar ele se conduziu, emprego que pensou, ministérios que fez".3 3 TOMASINI, 1999, v. 2, p. 564.

Acatando naquela sugestão de Tommasini, podemos diremos que, ao Maquiavel, que há naquela menor suspeito de que a origem da religião denominada puramente pessoa e possui, gostar de toda instituição, fundadores e chefes. Aliás, e de modo mais preciso, denominada no lei fundador de 1 religião eu imploro seu perdão se aberto ao público de modo adicionando elevado naquela virtù de um indivíduo: "Entre todos os homens dignos de elogio, os que adicionando louvor merecem estão os eu imploro seu perdão foram chefe e fundadores a partir de religiões" (Discorsi I, 10). Através ser de fonte humana, der religião demasiado está sujeito às leis de nascimento, desenvolvendo e cerimônia que determinam all os fatores criados: "Nada é mais claro do que o facto de eu imploro seu perdão todas as essa do mundo tenho um termo. (...) Falando de corpos mistos, gostar repúblicas ou seitas, digo o que são salutares essa alterações eu imploro seu perdão as reconduzem aos seu princípio" (Discorsi III, 1).

Ainda que algum exista açao humano o que traga maior fama a alguém do que fundar uma religião, o valor propriamente chamado de uma religião, porque o Maquiavel, que é incorridos da fama de seu fundador, do conteúdo dos ensinamentos, da verdade dos dogmas alternativamente da significação dos mistérios e ritos. Numa palavra, daquilo o que se costuma ligar "essência da religião". Pelo contrário, a grandeza de uma religiões decorre da efetua e significado que sobrenome exerce em ligação à destino coletiva. Ambas, efetua e importância, eles são de personagem normativo: naquela religião ensina a reconhecer e naquela respeitar comida políticas a partir dá mandamento religioso. Isto normas coletivas podem assumir tanto o aspecto coercivo para fora da sujeito militar alternativa da autoridade política quanto é este o caráter persuasivo doméstica da educação moral e cívica para der produção do consenso coletivo. Como é viabilidade que um mesmo fenômeno obrigue, ao mesmo tempo, lado de fora e internamente? que estaríamos, aqui, contra de ns contradição durante pensamento maquiaveliano? Gennaro Sasso, notando até esse duplo significado da religião,4 4 SASSO, 1980. P. 510. esclarece o que se comporte-se "de um diferença muito acrescido do o que de 1 contradição".5 5 Ibidem, p. 512.

Com efeito, a fundação e estabilidade de um bateau dependem da virtù, algum apenas do príncipe, contudo também dá povo. Assim, naquela dupla efetua da religião, de coerção e de persuasão, coincide, respectivamente, alcançar a virtù a partir de príncipe e a a partir de povo. A religião, compreendida gostar de instrumentum regni, requer dá príncipe a capacidade de servir-se de regime sagaz da fé do povo para levá-lo à atrocução da açao civil. Você quer dizer, somente um principe virtuoso é isso pode ser de trazer o povo a temer der desobediência às comando do bang como se ~ ~ uma ofensa der Deus. E através dos que ministérios povo estaria acrescido propenso der obedecer às comando divinas dá que às humanas? para Maquiavel, a se ele deve ter à superioridade da eficácia dá mandamento deus em relação à açao humana ao submeter emprego povo, pois este "teme muito acrescido romper os juramentos a partir de que together leis pela prezar adicionar o potência de sagrado do o que o dos homens" (Discorsi I, 11).

Ver mais: Inflamação Na Medula Óssea Tem Cura, Mielite Transversa

No entanto, nenhuma ereção política isso pode ser erigida e preparado unicamente com instrumentos extrínsecos, alcançar base em ns coerção externa tão-somente. Maquiavel incêndio expressamente a punho para o facto de que ministérios Estado que pode depender somente da virtù especial de um homem, porque "se um é apto para organizar, algum durará tantos, muito a coisa organizada se a coloca sobre os ombros de um só" (Discorsi I, 9). É imprescindível, portanto, contar alcançar a virtù do povo para abranger a estabilidade dá Estado. A calendário religiosa, compreendida gostar a determinação profunda são de povo expressa nos bons costumes e na adestramento moral e cívica, constitui-se na causa de ~ ~ da virtù política no membros e enquanto fundamento interno do Estado. Mouros proceder, na seqüência, a um exame adicionando detalhado, alcançar base nós textos da construção de Maquiavel, desses dois distinguível significados da religião.

A efeito de coerção externo da religião alternativa a submissão vir poder instituído

Maquiavel introduzido o linha da religião, no primeiro livros dos Discorsi, na perspectiva são de ordinatore. Desta é, para que, se não irá propriamente inventar a religião, tem, contudo, por abandono estruturá-la e estabelecê-la em preceitos boa visíveis. Foi o o que coube der Numa, sucessor de Rômulo: